O Serviço de Inspeção Municipal (SIM) de Santo Antônio da Patrulha se prepara para aderir ao SISBI-POA

A prefeitura de Santo Antônio da Patrulha está buscando a equivalência do SIM ao Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (SISBI-POA). O objetivo é comprovar que o SIM têm condições de avaliar a qualidade e a inocuidade dos produtos de origem animal com a mesma eficiência do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA), com isso fomentar e qualificar a produção de origem animal no município.

De acordo com o prefeito Daiçon Maciel da Silva o município precisa se adequar e buscar esta oportunidade de ampliar a criar novos negócios. “A adesão do SIM ao SISBI-POA apresenta muitas vantagens, dentre elas a possibilidade de abrangência no mercado fora do estado, atração de novos investimentos e arrecadação de taxas de inspeção e fiscalização, que significam a entrada de recursos para o Município”, disse.

As tentativas iniciaram no ano passado, lideradas pelo vice-prefeito José Francisco Ferreira da Luz e pelo secretário das Obras, Trânsito e Segurança, André Randazzo dos Reis, quando acumulava o cargo de secretário da Agricultura e Meio Ambiente.

Até o momento, muitas ações já foram realizadas, incluindo a contratação de duas profissionais responsáveis pela preparação de todas as etapas do processo de equivalência como, por exemplo: a elaboração da legislação, regulamento e normativas, plano de trabalho, organização do sistema de informação, capacitação dos servidores do SIM, entre outros.

Conforme as veterinárias Francine Souza e Lorena Guimarães, também faz parte da busca pela equivalência, pesquisar o funcionamento do Serviço Oficial em outros municípios que já fizeram a adesão e segundo elas, foi possível constatar um incremento de cerca de 250% na receita. Elas citaram o caso de um produtor de Santa Cruz do Sul antes e depois do SISBI. O frigorífico antes do credenciamento ao SISBI-POA abatia 400 bovinos ao mês e com o credenciamento passou para 4.000 abates mensais de raças europeias.

O atual secretário da pasta João Batista Adam conta que a implantação do sistema é complexa, compreendendo muitas ações que incluem auditorias por parte do Governo do Estado e que, muitas vezes demoram a acontecer, em função da agenda dos auditores. “Por isso, estamos trabalhando com muito profissionalismo em todas as etapas. A expectativa é de que em seis meses o processo esteja concluído”.

O vice-prefeito lembra o esforço que o Município vem fazendo para que produtores rurais e agroindústrias sejam fortalecidos, pois segundo ele há vocação para o bom desempenho no setor.

Em 2019 o Município aderiu ao SUSAF – Sistema Unificado Estadual de Sanidade Agroindustrial Familiar, Artesanal e de Pequeno Porte, que irá fomentar e qualificar a produção de origem animal em Santo Antônio da Patrulha. Com isso produtos patrulhenses já podem ser comercializados em todo o estado.

A adesão por parte do produtor ao SUSAF depende de seu interesse, mas agora a possibilidade existe. Mais informações pelo telefone 3662.8409.




ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Clique e saiba mais.