Granpal discute gestão de pessoas no serviço público

De um jeito interativo, com perguntas, respostas e dinâmicas de grupo, representantes de 18 cidades debateram o tema Gestão de Pessoas no Serviço Público nesta segunda-feira (13). O palestrante e mediador foi Tadeu Comerlatto. A promoção ocorreu na sede da Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Porto Alegre (Granpal) com a parceria da Federação dos Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs).

Para o diretor-executivo da Granpal, José Luis Barbosa Gonçalves, a atualização é sempre necessária. “O serviço público está em constante alteração do sistema legal, por isso a busca por treinamento e qualificação”, aponta. No total, foram 59 pessoas participantes nesta edição.

O painelista abordou questões como a insuficiência de recursos diante de tantas demandas nas cidades. Perante a escassez orçamentária, o que fazer com as expetativas? “A população precisa ser feliz, enxergar o resultado e o coração bater forte”, disse.

Comerlatto ainda falou sobre a satisfação necessária do servidor público. “Se o funcionário não estiver contente como vai passar esse sentimento para o contribuinte? A conquista do quadro é fundamental”, argumentou. O painelista enfatizou a necessidade de compreender os objetivos, a razão pela qual a prefeitura produz. “É preciso entender o cidadão para gerar eficiência. A necessidade vai além dos serviços básicos”, resumiu.

O poder da comunicação

Comerlatto pautou ainda que a comunicação é indispensável para consolidação a imagem do município. “A maioria das pessoas ficam sabendo das coisas da Prefeitura pelo jornal. A comunicação interna é tão importante quanto àquela que vai para imprensa”, disse.
O uso inteligente das redes sociais também esteve em discussão. O palestrante enfatizou que a emoção por trás do like consiste em contar e ler histórias.

 

Quem esteve lá

O jovem prefeito de Dom Pedrito, Mário Augusto Freire, viajou 450 quilômetros para formação. Para o líder de 28 anos estar perto do cidadão e entregar políticas assertivas e eficientes são a essência da boa política. “Saímos daqui com estímulo e entusiamo que farão a diferença no dia-a-dia”, disse. Na mesma linha foi o prefeito de Campo Bom, Luciano Orsi, que salientou: “coisas pequenas são fundamentais e importantes na vida pública. Precisamos fazer bem feito”, ressaltou.




ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Clique e saiba mais.