Segurança de Canoas alcança a marca de 100 Operações Integradas

A redução nos índices de criminalidade da cidade de Canoas é resultado de um esforço conjunto da administração municipal e das forças de segurança que atuam no município. Desde o início de 2017, a Secretaria Municipal da Segurança Pública e Cidadania (SMSPC) realiza as chamadas Operações Integradas de Segurança. Em parceria com a Brigada Militar, Polícia Civil, Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe), Guarda Municipal, Polícia Rodoviária Federal e fiscalização municipal de trânsito, a ação chegou a sua 100ª edição nesta quinta-feira (12), mobilizando mais de 90 agentes, divididos em quatro equipes.

Com barreiras na avenida Victor Barreto, Rio Grande do Sul, Santos Ferreira, Dezessete de Abril, Irineu Carvalho de Braga, Guilherme Schell, e nas proximidades do MQ4, no bairro Guajuviras, a 100ª Operação Integrada de Segurança apresentou mais um balanço positivo. “O diferencial desta ação, e o motivo da sua eficiência, é a continuidade. Baseia-se na metodologia dos três i’s, investimento, inteligência e integração. Desde o ano passado estamos unidos neste esforço conjunto e, mesmo com as dificuldades encontradas na área da segurança em todo o país, não esmorecemos em todos esses meses. O resultado aparece a cada balanço divulgado sobre as estatísticas criminais na cidade”, comemora o secretário Municipal da Segurança, Alberto Rocha.

Foram abordadas 782 pessoas, 358 automóveis, 66 motocicletas e 7 ônibus fiscalizados, 27 autos de infrações de trânsito emitidos e 14 veículos recolhidos. Uma pessoa assinou um termo circunstanciado por violar a suspensão do direito de dirigir. Os agentes também efetuaram a prisão de um indivíduo por roubo de veículo.

O prefeito de Canoas, Luiz Carlos Busato, atribui o resultado à união de todas as forças envolvidas na ação. “O início desta operação, neste modelo, se deu aqui na cidade de Canoas. O resultado positivo chamou a atenção de outros municípios, se propagando em todo o estado. E isso se deve ao empenho dos agentes envolvidos, que trabalham com dedicação pela segurança dos canoenses”, destaca Busato.

Educação e prevenção

Além das Operações Integradas, a Prefeitura investe em outras áreas a fim de diminuir, ainda mais, a insegurança no município. A vice prefeita, Gisele Uequed, destaca a importância do envolvimento da educação no combate à violência. “Estas ações são iniciativas que tiram Canoas da rota da criminalidade. Os resultados positivos, como a diminuição dos índices de violência, nos auxiliam nos projetos de prevenção que temos nas escolas, como o Todo Jovem Importa e o Cuidando Trajetórias, que evitam que os jovens escolham os caminhos do crime”, explica Gisele.

O município de Canoas conta com os Centros de Prevenção às Violências (CPVs), localizados nos bairros Guajuviras e Mathias Velho. Trata-se de um serviço gratuito da SMSPC, em parceria com a Fundação La Salle, que oferece uma série de programas voltados ao atendimento da população dentro de suas comunidades, como os dois citados pela vice-prefeita.




ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Clique e saiba mais.