Paulo Roberto Falcão é homenageado na abertura da Semana de Canoas

“Canoas foi a cidade onde aprendi a ler e a escrever, onde dei meus primeiros chutes na bola e, principalmente, foi aqui que aprendi a ser grato pelas oportunidades que a vida me deu”. São com essas lembranças de afeto por Canoas que o ex-jogador e treinador do Sport Club Internacional, Paulo Roberto Falcão, que morou no bairro Niterói dos cinco aos 19 anos e foi aluno da escola La Salle, recebeu a honraria máxima da cidade de Canoas, a Medalha Pinto Bandeira.

A cerimônia aconteceu na manhã desta quinta-feira (21) na Praça da Emancipação e abriu oficialmente a programação da Semana de Canoas, alusiva ao aniversário de 79 anos da cidade. A Medalha Pinto Bandeira também foi concedida à professora, doutora, historiadora e coordenadora do projeto “Canoas – para lembrar quem somos”, Cleusa Maria Gomes Graebin; e ao construtor do conjunto comercial de Canoas e empreendedor, Johannes Engel (in memoriam), representado pelo filho Arno Engel.

Em suas palavras de agradecimento, Cleusa salientou que, ao receber a Medalha, a Prefeitura homenageia também a educação do município, as escolas, as universidades, a história, a memória e a cultura da cidade. “Canoas me adotou e aprendi a amar essa cidade e a trabalhar por ela durante 30 anos como professora e historiadora. Ser agraciada com a Medalha faz com que minha responsabilidade com a história, memória e cultura canoense seja ainda maior, e assumo isso como compromisso, é a maneira pela qual me dedico à cidade e aos seus moradores”, completa.

“É com muita felicidade e orgulho que, hoje, reconhecemos o talento e o trabalho dessas três pessoas homenageadas, que foram essenciais para o desenvolvimento de Canoas”, destaca o prefeito de Canoas, Luiz Carlos Busato. Já a vice-prefeita, Gisele, Uequed, ressalta que os agraciados deste ano simbolizam muito o que Canoas é e o que se almeja para a cidade no futuro. “Hoje, olhamos para nosso presente e para nosso passado, nos preparando para a cidade que queremos, uma Canoas mais justa, mais inclusiva e mais unida”, completou a vice-prefeita. Busato e Gisele ainda lembraram que foi a primeira vez que o Executivo abriu mão das escolhas dos agraciados, dividindo a responsabilidade com a Câmara de Vereadores e com a Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Canoas.

Integraram o ato solene, além dos chefes do Executivo, o secretário especial de Integração Institucional, Ivo Lech; o vice-presidente da Câmara Municipal, Gilson Oliveira; o comandante do 15º Batalhão de Polícia Militar, Valdeci Antunes; e o assessor especial da Ala 3 da Força Aérea Brasileira, coronel Paulo Rogério Glaeser.

Medalha Pinto Bandeira

A medalha foi criada pelo decreto 159 de 1981 e é destinada a personalidades que tiverem prestado relevantes serviços em favor do ser humano, do município de Canoas, do estado ou do país. A medalha é a honraria máxima da cidade de Canoas, é outorga de reconhecimento público e gratidão à pessoa que a recebe. Teve esta denominação em homenagem ao herói Francisco Pinto Bandeira que aqui chegou em 1733, dando início ao povoamento de Canoas.




ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Clique e saiba mais.