Esteio aumenta em 33,7% o número de consultas médicas nas UBSs

“Saúde é nossa prioridade”. Essa tem sido uma das afirmações do prefeito Leonardo Pascoal ao falar sobre os investimentos realizados na rede básica de saúde do município e dos índices de crescimento apontados nos relatórios de atendimento. O primeiro quadrimestre de 2018 garantiu 33.056 consultas para a população, de acordo com o levantamento da Secretaria Municipal de Saúde. Isso representa 33,79% a mais no número de usuários que receberam cuidados médicos na rede, em comparação com o mesmo período dos anos de 2016 (25.699) e em 2017 (24.704).

A ampliação na capacidade de atendimento à população nas UBSs é consequência das ações do programa Esteio por Mais Saúde, implementado no ano passado e que tem por objetivo qualificar a rede básica de saúde no município. Entre as medidas adotadas para garantir o atendimento, está a contratação de uma empresa terceirizada para fornecer serviços médicos ao Município. A ação da empresa teve início em outubro de 2017, com as estatísticas apontando melhorias logo nos primeiros meses da iniciativa. No primeiro mês, foram realizadas 37% de consultas a mais que em 2016. O ano de 2017 terminou com 90.511 atendimentos realizados, cerca de 11% a mais que 2016, quando foram feitas 82,2 mil consultas.

Para o prefeito, os índices atingidos refletem o investimento feito na qualificação de um dos pontos mais sensíveis da administração municipal. “Acreditamos que saúde é um dos seguimentos que precisam de atenção constate e todo investimento que pudermos realizar para garantir um atendimento digno para a nossa população, vamos fazer”, afirmou.

Além da contratação de novos médicos para as UBSs, também foi feito o Mutirão de Consultas Especializadas, com contratação de consultas e exames em clínicas particulares para reduzir a fila de espera nas áreas de traumatologia, cardiologia, dermatologia, oftalmologia, neurologia (adulta e pediátrica), endocrinologia, gastroenterologia e pneumologia. Ao todo já foram realizadas mais de 17,3 mil consultas em 2017 e, em 2018, outras 7,4 mil. Na oftalmologia, foram 2.211 tiveram acesso às consultas e procedimentos especializados.

A modernização de consultórios odontológicos nas UBSs, compra de equipamentos e materiais para atendimento, melhorias na Farmácia Básica e na Fundação de Saúde Pública São Camilo também são iniciativas do programa.




ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Clique e saiba mais.