Guarda Municipal de Esteio completa 10 anos de serviços à comunidade

Com redução de 32% no índice de roubos a pedestres, 28% no furto de carros e aumento de 17% no número de prisões, a Guarda Municipal está comemorando 10 anos de atuação em Esteio. Criada através da Lei Municipal 3.921/2005, em 12 de maio de 2005, a GM iniciou suas atividades no município no dia 19 de junho de 2006. Destaque, também, para o sistema de videomonitoramento, controlado pelos agentes da Guarda. Esteio ocupa, hoje, a posição de cidade do Estado com o maior número de câmeras de vigilância instaladas por metro quadrado.

Com um efetivo de 46 servidores, seis viaturas e duas motos, a Guarda Municipal atua em todas as áreas da cidade. O efetivo se divide em rondas de dois turnos. Durante o dia, entre 7h e 18h, três viaturas realizam a ronda nas escolas municipais e nas praças. A partir das 18h, outra equipe realiza a patrulha das escolas e prédios da cidade. O corregedor da Guarda Municipal, Alexandre Knewitz Pereira, 37 anos, salientou que a prioridade do destacamento é o patrulhamento preventivo nas escolas, seguido do atendimento às ocorrências de dano ao patrimônio público. No mês de maio foram atendidas 16 ocorrências, número que corresponde à média mensal de chamadas.

A principal conquista da GM nesses dez anos de atividade foi a implementação do videomonitoramento. O trabalho teve início em 2008 com um total de quatro câmeras, ampliado posteriormente para 32. Hoje, já são 49 câmeras distribuídas pela cidade que abrangem todas as regiões do município. O controle é realizado por 16 pessoas, em dois turnos de 12 horas. Além dos agentes designados para o monitoramento interno, há também, membros da Guarda Municipal distribuídos em pontos estratégicos da cidade como a Praça da Juventude, o Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU), o Parque Galvany Guedes, a Prefeitura e nas academias ao ar livre recentemente instaladas.

O diretor de Segurança da Guarda Municipal, Assis Brasil Marin Silveira, 54 anos, afirma que a próxima conquista da GM será a possibilidade de utilização de armas no patrulhamento. “Não há mais como ficarmos desarmados. Na maioria dos municípios da região, a Guarda Municipal já dispõe de armamentos”, salientou. O diretor relatou que o paiol para o armazenamento das armas ainda está em processo de construção. Assim que as devidas condições para a implementação do porte de armas estiverem regularizadas, as instalações passarão por vistorias da Polícia Federal e do Exército. Há dois anos, 26 servidores da GM receberam o treinamento para realizarem o manejo correto das armas. Para estes, será realizada uma reciclagem e, para os demais, será realizada a capacitação.

Conforme a Lei Federal nº 13.022/2014, sancionada em 11 de agosto de 2014, as guardas municipais seriam inseridas no sistema nacional de segurança pública, garantindo às mesmas o direito ao porte de armas e conferindo a esses profissionais o poder de polícia. O objetivo da lei é viabilizar que os mesmos possam proteger tanto o patrimônio quanto a vida das pessoas.

 

Assis Brasil chamou a atenção, também, para a efetividade das ações conjuntas realizadas pela GM. O diretor destacou a Operação Balada Segura, realizada de forma conjunta, desde maio de 2012, entre agentes da Guarda Municipal, fiscais de Trânsito e servidores do Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Sul (Detran/RS). “No início das abordagens, faltava efetivo para o volume de ocorrências e prisões devido ao alto índice de embriaguez no trânsito. Hoje, nas ações que são realizadas semanalmente, efetuamos no máximo uma autuação por noite e, em muitos casos, nenhuma”, relatou. A Guarda Municipal atua em parceria com diversas instituições como a Brigada Militar, a Polícia Civil, o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil.

Com informações da Assessoria de Comunicação de Esteio 

Texto: Jean Peixoto




ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Clique e saiba mais.